Nuno Santiago deixa Masemba. Luís Filipe Mendes assume gestão global e reestruturação da editora

Por a 16 de Fevereiro de 2017

pjimageDirector-geral da Masemba nos últimos três anos, Nuno Santiago cessa funções na editora responsável por títulos como a Lux, Lux Woman, Divo, Revista de Vinhos e Cristina, até à edição deste mês. “Nuno Santiago deixou de exercer as funções de director-geral da empresa. A Masemba agradece o contributo dado ao longo dos últimos 3 anos neste projecto editorial, que agora trilha novos desafios e objectivos”, informa em comunicado a editora detida pela angolana Semba Comunicação e pela empresa portuguesa Até ao Fim do Mundo.

A editora será agora alvo de uma reestruturação. Ao leme desse processo, enquanto responsável pela gestão global da Masemba, estará Luís Filipe Mendes, profissional que reforça os quadros da empresa após três décadas no grupo Espírito Santo e que era actualmente consultor com projectos na área de gestão estratégica empresarial, de acordo com o mesmo comunicado.

A par da entrada de Luís Filipe Mendes, regressa a Portugal Frederico Roque de Pinho, quadro da Semba Comunicação que até agora liderava projectos no Brasil e EUA. O profissional, que assume o cargo de director de negócio, “regressa agora a um mercado que bem conhece para projectar a Masemba para o futuro na área editorial e no desenvolvimento de novos negócios”, refere a editora. Frederico Roque de Pinho trabalhou durante 11 anos na SIC, onde foi editor executivo e chefe da redacção da estação de Carnaxide quando saiu em finais de 2009 para novos projectos em Angola.

“A Masemba está atenta aos desenvolvimentos e desafios do mercado editorial e aposta no fortalecimento dos seus negócios no mundo dos media. A comunicação social é cada vez mais interactiva e, por isso, mais exigente em termos de plataformas e conteúdos”, justifica a Masemba sobre as alterações ao modelo de gestão da editora.

Recorde-se que no final do último mês foi anunciado o fim da parceria entre a editora e a apresentadora da TVI Cristina Ferreira, com a edição de Fevereiro da revista Cristina a ser a última editada pela Masemba. No entanto, o título deverá ter a sua continuidade assegurada já que a própria Cristina Ferreira, uma semana após o anúncio do ponto final na parceria, fez saber em conferência de imprensa “a parceria com a Masemba acaba, mas a revista Cristina continua. Continua porque nunca foi equacionado sequer o fim da revista Cristina”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *