Investimento no digital ultrapassa pela primeira o da imprensa em Portugal

Por a 20 de Janeiro de 2017

Online newsPela primeira vez no mercado nacional, a imprensa terá perdido para o digital o título de segundo meio em termos de investimento publicitário em 2016, de acordo com os dados de encerramento do ano dos rankings Media Monitor. Caso os valores, para já provisórios, se venham a confirmar quando a Marktest divulgar os valores finais no próximo dia 20 de Fevereiro, o investimento publicitário em internet em 2016, a preços de tabela, foi de 687,2 milhões de euros enquanto o o investimento em imprensa não foi além dos 567,2 milhões de euros. A confirmarem-se estes dados, esta é a primeira vez que o investimento digital supera o da imprensa em Portugal, afirmando-se como segundo meio, já que em 2015 a imprensa fechou o ano com 618,1 milhões de euros, à frente do digital, com 541,8 milhões.

A imprensa terá sido mesmo o único meio a sofrer quebra de investimento em Portugal. O meio com maior volume continua a ser, de longe, a televisão, que reforça essa posição ao passar dos 5,1 mil milhões de euros registados em 2015 para perto de 6,1 mil milhões em 2016. O outdoor, quarto meio em volume de investimento, fecha o ano com 354,5 milhões de euros (331 milhões em 2015), a rádio com 254 milhões (247,2 milhões em 2015) e o cinema com 28,8 milhões (27,3 milhões em 2015). No total, o investimento publicitário em Portugal (a preços de tabela) situou-se nos 7.978 milhões de euros, um crescimento de 15,8% face a 2015.

Deixe aqui o seu comentário