Filme criado por Hugo Veiga e Augusto Fraga mostra a vida dentro do único unicórnio português (com vídeo)

Por a 21 de Setembro de 2016

Estudo Farfetch_Francisco Marques Teixeira e colaboradora FarfetchO que sentem os trabalhadores da Farfetch, a empresa portuguesa de comércio online no sector da moda que se tornou no único unicórnio de sangue lusitano? A resposta está no filme Touch The Impossible, um projecto da AKQA com assinatura criativa de Hugo Veiga. “Numa primeira fase quisemos mesmo saber o que sentiam os nossos colaboradores. Para isso foi realizado um estudo levado a cabo por Francisco Marques Teixeira, director clínico do departamento de Neurofeedback do Instituto de Neurociências – Neurobios, que mediu em tempo real, entre outros sentimentos, o nível de envolvimento, euforia, interesse, descontração e stress de quem trabalha connosco, o que nos permitiu chegar ao que apelidamos de Efeito Farfetch”, começa por explicar Luís Teixeira, director-geral da empresa.

Depois de ter passado três dias nas instalações da Farfetch no Porto e em Guimarães, contactando com cerca de 40 colaboradores da empresa, a equipa de Hugo Veiga conceptualizou este projecto, cujo filme tem realização de Augusto Fraga. “Fizemos várias entrevistas a pessoas que trabalham na empresa desde o começo e outras que estão há pouco tempo. Surpreendeu-nos a espontaneidade e a autenticidade das suas respostas. Todos sem excepção demonstraram estar efectivamente apaixonadas pelo que fazem, salientando o espírito de família. Lembro-me de um colaborador que nos disse que, mais do que felicidade, ele sentia adrenalina no seu trabalho na Farfetch”, conta Hugo Veiga.

Deixe aqui o seu comentário