Imagem dos CTT vai ficar assim

Por a 28 de Julho de 2015

CTTOs CTT acabam de apresentar a sua nova imagem, que resulta de um restyling que esteve a cargo da Havas Design. “A transposição da imagem será gradual e extensível a todos os suportes da marca, sejam eles frota, estacionário, lojas, sinalética, etc.”, refere ao M&P fonte da marca a propósito do calendário para a extensão do restyling a todos os suportes dos CTT.

Anterior imagem dos CTT

Anterior imagem dos CTT

A marca, após estudos, chegou à conclusão de que precisava de uma imagem mais dinâmica e a tipografia mais moderna e robusta. Assim, o mensageiro e o cavalo ganham mais dinâmica, assumindo uma postura de galope e velocidade, orientada para o futuro. As letras foram também redesenhadas e apresentam agora cortes em diagonal para transmitir maior dinamismo. Recorde-se que os CTT foram privatizados em Setembro do ano passado. A imagem foi divulgada durante a apresentação do patrocínio da marca à Taça da Liga.

Leia também:  Uma semana preenchida para os CTT

14 comentários

  1. João Reis

    1 de Agosto de 2015 at 17:25

    Tiveram em conta o bom trabalho que tinha sido feito na imagem anterior. Não se limitaram a romper com passado. Calculo que para um designer seja muito mais fácil não ter limitações e vejo frequentemente isso a acontecer com marcas históricas, muitas vezes só porque é bonito.
    Mantém os valores da imagem antiga e é claramente um trabalho de evolução. A imagem ficou mais equilibrada, robusta e actual.
    Estou curioso para ver as aplicações da marca.

  2. Senhor

    30 de Julho de 2015 at 22:24

    Eu compreendo a indignação em relação ao investimento de €150k no rebranding da imagem de uma marca, mas sendo uma empresa privada, apenas é de louvar tal investimento e ainda ter sido escolhida uma agência nacional! (pelo menos de criativos nacionais!)
    …a font podia ter sido “sacada da net”, podiam ter ido ao Google e procurar por “carvalo a correr” e depois por “homem com corneta” nas imagens, e depois pedíamos ao primo do Andrade, que até percebe de computadores para fazer uma cena no Photoshop… Podiam! Era justo para quem desenvolveu a font? Não! Justo para quem tirou a foto do “cavalo a correr” ou do “homem com corneta”? Não! A imagem ia potenciar a marca? Não!
    Este investimento foi feito com um objectivo, é aquilo a que no mundo da publicidade se chama “potenciar a marca”, e todas as alterações que foram feitas na imagem têm uma razão de ser. Ninguém é parvo para gastar 150000€ para nada!
    Tivesse eu capital para fazer um investimento destes e potenciar a minha marca, e ele seria feito da mesma forma!

    …raios parta os “Relhos do Restelo”!!! ;)

  3. Renato Sá

    30 de Julho de 2015 at 20:30

    Gostaria de ver os CTT a melhorar o seu SAC e o próprio serviço.
    Os 150.000€ eram suficientes.

  4. Nuno Afonso Dias

    30 de Julho de 2015 at 18:33

    Mas este projecto custou 150 mil euros?
    Onde surgiu essa informação sobre valores?
    Onde surgiu a informação que os CTT iam substituir todas as peças gráficas?
    Li muitos artigos sobre esta notícia mas não vi essa informação em parte alguma.

    Trabalho em marketing e branding e sei que há várias formas de implementação de um rebranding.
    Não sei qual é a estratégia deste projecto nem vou especular sem saber.

Deixe aqui o seu comentário