São estes os 10 finalistas do Prémio Nacional Indústrias Criativas

Por a 8 de Maio de 2015

super bockEstão escolhidos os 10 finalistas da 7.ª edição do Prémio Nacional Indústrias Criativas Super Bock/Serralves. Concorreram 211 projectos, o vencedor será conhecido em Julho.

Na secção Conteúdos e Novos Media foram escolhidos dois candidato. Here Come the Robots cria robots como facilitadores da relação entre pessoas e máquinas, que podem ser, por exemplo, contadores de histórias a crianças ou guias de museus. Os promotores deste projecto desenvolveram o primeiro concerto interactivo do mundo, chamado Meet The Frumbles. Já a Rewind Cities desenvolve aplicações móveis com base em tecnologia em realidade aumentada promovendo experiências inovadoras 2D e 3D que transportam o utilizador para uma viagem ao passado do local que está a visitar. Receberam o Prémio pelo Melhor Software 2014, atribuído pela Exame informática.

Em Turismo e Património, destacou-se Miss Can que nasceu da vontade de se criar um negócio ligado às conservas, recuperando uma herança de família, agora com uma imagem moderna da sereia que ‘virou’ miss.

A categoria Arquitectura e Artes Visuais foi a que recebeu mais candidaturas. A STILL urban design actua no campo da reabilitação urbana em espaços abertos, abordando o clima como elemento projectual como forma de contribur para o uso dos locais durante todo o ano e conduzindo a poupanças energéticas. Já a Cross Hands Architecture é um atelier de arquitectura com carácter humanitário que surgiu da união de duas das três amigas que ganharam o primeiro prémio do concurso internacional Designing Emergency Shelters apresentado na Sede das Nações Unidas (Nova Iorque) em Dezembro.  Com o Sistema Gomos pretende-se uma construção modular de edifícios flexíveis e evolutivos. Destacam-se por um baixo consumo energético.  Por sua vez, a Stallo reaproveita, de forma inédita, garrafas de vidro, transformando-as em copos e cálices originais e diferenciadores, usando para o efeito um pedestal de cerâmica vidrada. Já o EcoBook destaca-se por ter um conceito igual ao de um típico quadro branco, mas em formato de caderno ecológico, o que permite escrever, fazer rascunhos, tirar notas e apagar

Na categoria Música e Artes do Espectáculo, o júri seleccionou dois projectos. O Arumis que visa melhorar a experiência dos espectadores na indústria audiovisual e de entretenimento com a introdução do sentido olfactivo. A fechar surge a Spranger que se apresenta como um novo tipo de auscultadores que incorpora um sensor de pressão. Este, ao detectar que os auscultadores não estão nos ouvidos, entra em pausa e retoma o modo play quando volta a ser colocado.

Em sete edições, o Prémio Nacional Indústrias Criativas Super Bock/Serralves já avaliou mais de 1700 projetos e apoiou mais de 60 que geraram mais de 200 postos de trabalho.

 

Deixe aqui o seu comentário