5 milhões para imprensa regional e local em 2012

Por a 15 de Dezembro de 2011

O director do Gabinete para os Meios de Comunicação Social (GMCS) disse hoje que o apoio estatal para os órgãos de comunicação social regionais e locais se mantém nos 5 milhões e 350 mil euros.

“É o mesmo valor da execução orçamental de 2011. Não vai afectar a actividade normal e corrente de apoio à imprensa regional e local para 2012”, explicou João Berhan, durante a sua intervenção na abertura da sessão que assinala o Dia Nacional da Imprensa, a decorrer na Sociedade Central de Cervejas, em Vialonga.

Por sua vez, o presidente da Associação Portuguesa de Imprensa (API), João Palmeiro, defendeu, em declarações à Agência Lusa, uma “regulamentação forte” e a “criação de um projeto claro de supervisão efectiva que até agora não existe” por parte do regulador.

“Lutaremos pela implementação da auto-regulação e da co-regulação mas isso só funcionará se houver uma regulação forte do setor por parte da ERC [Entidade Reguladora da Comunicação Social]. São desafios para 2012 e é uma mensagem clara que queremos deixar”, afirmou João Palmeiro.

O presidente da API congratulou-se pela manutenção, por parte do Governo, da taxa mínima do IVA de 6 por cento nas publicações periódicas e defendeu igualmente a manutenção desse valor nas publicações periódicas vendidas pela internet.

“Essa é uma discussão para os próximos meses. Há uma directiva europeia que defende a aplicação da taxa máxima de IVA no comércio eletrónico. Mas há cerca de uma semana saiu uma recomendação da Comissão Europeia para que se aplique às publicações vendidas pela internet o mesmo IVA das publicações em papel”, adiantou João Palmeiro.

Sob o lema “Estratégias de Marketing para enfrentar um mercado mais competitivo”, a iniciativa que assinala o Dia Nacional da Imprensa está a decorrer na Sociedade Central de Cervejas (SCC), em Vialonga, concelho de Vila Franca de Xira. Alberto da Ponte, presidente da Comissão Executiva da SCC, não esteve presente, como estava previsto.

 

 

 

 

Deixe aqui o seu comentário