Facebook de Assunção Cristas deixa de ter comentários no mural

Por a 23 de Novembro de 2011
Assunção Cristas

A página de Facebook da ministra do Ambiente Assunção Cristas foi alterada, passando a permitir comentários apenas nas publicações e não directamente no mural, como até aqui. “Para garantir uma melhor organização dos conteúdos desta página, alterei as definições de forma a que os comentários sejam feitos exclusivamente nas publicações que constam do mural”, avisava ontem ao final da tarde a ministra, num post colocado no seu perfil na rede social.

No mesmo post, Assunção Cristas refere ainda que “a agenda preenchida continua a impedir-me de vir ao Facebook tanto quanto gostaria” e pede desculpa “por não ir respondendo às perguntas por esta via, mas é-me completamente impossível. Volto a referir que não ficam sem análise”, garante.

Entretanto têm surgido críticas nos comentários da página, acusando a decisão de “censura”, associando a opção de limitar os posts aos comentários a publicações constantes do mural ao facto de a ministra estar a ser alvo de críticas na rede social devido ao Plano Nacional de Barragens. Contactada pelo M&P, fonte do gabinete do Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território afirma que, “como é fácil de verificar mantêm-se os comentários e a possibilidade de todo o tipo de opiniões na página de Facebook da ministra Assunção Cristas”, “algo que ela muito preza e a que dá a merecida atenção”. “A alteração que foi feita prende-se apenas com o objectivo de garantir uma melhor organização dos conteúdos da sua página pessoal e permitir assim que os seus muitos seguidores no Facebook possam ter mais facilmente uma noção do trabalho por si realizado”, justifica a mesma fonte, sublinhando que “o actual modelo da página não é propriamente inovador, sendo semelhante ao da maioria dos políticos nacionais e internacionais”.

Deixe aqui o seu comentário