Saltar o menu e ir para os conteúdos
Media, Media :: Noticias

Presidente da ANACOM vai ao Parlamento explicar implementação da TDT

25 de Agosto de 2011 às 11:11:50, por Meios & Publicidade

A Comissão para a Ética, Cidadania e Comunicação aprovou esta quarta-feira por unanimidade a ida do presidente da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) ao Parlamento para explicar o processo de implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT) em Portugal. O pedido de audição de Amado da Silva foi requerido pelo grupo parlamentar do PSD, que, pela voz da deputada Carla Rodrigues, relembrou que “já na anterior legislatura” havia demonstrado “preocupação” com a evolução do processo no que refere à sua implementação e também “à falta de informação” das entidades envolvidas “junto da população”. “Este processo não está a ser bem conduzido”, sustentou a deputada social-democrata, socorrendo-se de um estudo recente da Associação de Defesa do Consumidor (DECO) que refere a existência de falhas na informação que está a ser prestada aos consumidores sobre a instalação da TDT.

Os portugueses que não possuem televisão paga vão ter de mudar para o serviço digital entre Janeiro e Abril de 2012. A menos de seis meses previsto para concluir o “apagão” da televisão analógica, a maior parte das lojas da Portugal Telecom (PT), responsável por implementar a TDT, revelou-se, de acordo com o estudo da DECO, incapaz de dar informações sobre a mudança do sinal de televisão analógico para o digital. A DECO revelou igualmente que das 95 câmaras municipais e juntas de freguesia visitadas, 86 afirmaram desconhecer que a ANACOM as tenha anunciado como porta-voz para explicações sobre apoios à compra de descodificadores. Em Maio, a ANACOM já tinha exigido à PT que melhorasse “imediatamente” a qualidade da informação que estava a prestar ao público sobre a TDT, depois de ter detectado “falhas de informação” em acções de fiscalização.

O Governo vai reunir-se a 8 de Setembro com os diversos intervenientes ligados à implementação da TDT em Portugal, e pretende fazer uma “avaliação rigorosa” sobre o processo, disse recentemente o ministro Miguel Relvas. O governante com a tutela da comunicação social revelou que tem uma reunião marcada com os três operadores (RTP, SIC e TVI), com a ANACOM (Autoridade Nacional de Comunicações) e a Portugal Telecom (responsável pela implementação da TDT). O semanário Expresso noticiou recentemente que o Executivo quer adiar por seis meses a migração definitiva para a TDT, originalmente apontada para 26 de Abril de 2012. (Lusa)