RP crescem 8% em Portugal

Por a 13 de Maio de 2010

A actividade de relações públicas cresceu em 2009 8% em Portugal. A conclusão é do Relatório Mundial da International Communications Consultancy Organisation (ICCO), que acaba de ser divulgado e aponta perspectivas optimistas por parte das empresas de consultoria de relações públicas para 2010. De acordo com o estudo, o sector mantém a vitalidade apesar da crise económica, sendo que a comunicação institucional e a gestão de crise se assumem como as áreas mais relevantes e a área digital representa um elemento chave para o crescimento no próximo ano.

Apesar de quebras nas receitas na ordem dos 5% em mercados como os EUA e Reino Unido, no ano passado alguns países europeus apresentaram crescimentos na ordem dos dois dígitos. Em Portugal, as empresas de relações públicas, de acordo com o estudo, cresceram na ordem dos 8%. O Brasil foi o mercado que registou um resultado mais significativo, com um aumento de 20% nas receitas.

O estudo concluiu ainda que cerca de dois terços dos países analisados anunciaram um aumento significativo dos orçamentos destinados a relações públicas em detrimento de outras áreas, prevendo para 2010 um crescimento dos valores alocados a esta área, com antevisões de crescimento na ordem dos dois dígitos para a área digital. Quando questionados especificamente sobre as previsões em matéria de consultoria em relações públicas, um total de 14 países (entre 24 analisados pelo estudo) diz acreditar num aumento das receitas em 2010 (Áustria, Bélgica, Brasil, República Checa, Finlândia, Alemanha, Índia, Noruega, Polónia, Portugal, Rússia, Suécia, Suíça e Turquia), ao passo que cinco esperam que as receitas se mantenham inalteradas (Dinamarca, França, Itália, Eslováquia e EUA), enquanto quatro prevêem um decréscimo relativamente aos níveis registados em 2009 (Irlanda, Eslovénia, Espanha e Reino Unido).

Deixe aqui o seu comentário