Weekend Económico dá lugar a DE Fim-de-Semana

Por a 12 de Fevereiro de 2010

Amanhã o Weekend Económico vai dar lugar ao Diário Económico Fim-de-Semana, avançou ao M&P António Costa, director e publisher do título. A mudança põe fim à marca Semanário Económico concluindo um processo de criação da marca Económico de segunda-feira a sábado, justifica o responsável. O Semanário Económico “é uma marca histórica e podemos utilizar noutras plataformas”, diz, sendo que a alteração ocorreu “mais rapidamente do que pensávamos porque correu bem a mudança”, defende Costa, argumentando com a proximidade dos números de venda das edições de segunda a sexta-feira e ao sábado. “Avaliamos a subida das vendas para concluir este processo”, diz. Para a antecipação da uniformização da marca contribuiu o acordo de vendas em bloco com a Galp, que abrange 4 mil exemplares. Assim a partir de amanhã quem abastecer mais de 30 litros num posto da marca petrolífera de norte a sul do país recebe um exemplar do Diário Económico Fim-de-Semana. O acordo, refere, “permite-nos, além de ter um parceiro que não tínhamos, chegar a todo o país em locais onde o jornal não estava e fazer a diferença em termos de vendas. Para a marca é uma forma de fazer divulgação”. De acordo com os dados da Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação (APCT), referentes aos 10 primeiros meses do ano passado, o DE apresentava uma média de circulação paga de 14.727 exemplares e o Weekend Económico uma média de 10.569 exemplares. Os números do título em termos de circulação passam assim a estar agregados no boletim da APCT sob a marca Diário Económico. Em termos gráficos o título não apresenta grandes alterações (estas passam sobretudo pelo logótipo onde desaparece o termo Weekend e surge o Fim-de-Semana). O preço de capa mantém-se.

Deixe aqui o seu comentário