Congresso APDC: Em busca do ponto de viragem para as comunicações

Por a 19 de Novembro de 2009

O 19º Congresso das Comunicações, organizado pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), começou ontem, no Centro de Congressos de Lisboa, sob o tema “The Turning Point” (Ponto de viragem). Após a sessão de abertura do Congresso, este ano presidido por Leonor Beleza, o primeiro painel que se debruçou sobre o tema central do Congresso, apresentou o orador norte-americano John Kao, considerado um dos gurus mundiais de criatividade. Kao indicou que Portugal tem tudo para ser um país muito importante na área da inovação e criatividade na parte Ocidental da Europa. O norte-americano falou da existência de uma nova geografia mundial dos países que dão cartas na área da inovação, em contraste com o que acontecia há cerca de duas décadas em que os Estados Unidos tinham o papel preponderante e único da inovação mundial. Kao indicou que, actualmente, são países pequenos, a nível geográfico e de população, os mais importantes na área da inovação, “A Finlândia, Chile e Singapura são os países que se diferenciam pela capacidade de inovação e de criação, e que podem ser bons exemplos a seguir por Portugal”. O orador indicou também que Portugal tem que saber qual o papel que quer ter na inovação e necessita de fazer apostas em algumas áreas, para além de ter de criar uma estratégia concreta para liderar na área da inovação.

Essa estratégia, segundo Kao, vai desde a criação conceptual e de futuro, à criação da história sobre essa visão de inovação. Indicou também que é impossível ter sucesso na inovação sem arriscar. Este primeiro painel contou com a presença do Secretário de Estado da Energia e Inovação, Carlos Zorrinho, e foi moderado pelo jornalista Vasco Trigo.

Deixe aqui o seu comentário