Nova editora prepara lançamento de Privado

Por a 20 de Maio de 2009

Privado é o novo semanário nacional a chegar às bancas a 17 de Junho. Editado pela Vozes e Prosas Edições, estrutura criada por José Leite (antigo director de O Crime), António Pinho (director do jornal Conversas de Café) e Mário Pontes, o título “é um projecto de jornalistas ao serviço do cidadão e da cidadania”, como descreve ao M&P António Pinho, coordenador editorial do projecto. “É um jornal que não tem medo, dizemos a verdade doa a quem doer”, continua, assegurando que o Privado será uma “voz interventiva, única e independente”.”A vida política terá relevância no jornal”, mas também sociedade, crime, desporto, cultura e espectáculo. “Teremos muitos dos temas dos outros jornais, mas tratados de forma diferente”, sintetiza o responsável. Para isso o jornal que terá 24 páginas “nesta primeira fase”, tem em Lisboa uma redacção fixa constituída por cinco pessoas, e um jornalista no Porto, recorrendo ainda a colaboradores externos, que António Pinho preferiu para já não revelar.

O título terá uma tiragem de 30 mil exemplares, um preço de capa de um euro, sendo a distribuição da Logista. A editora ainda está a negociar a gráfica. O sócio-fundador também não adiantou o valor de investimento neste projecto. “É um projecto feito por jornalistas e boas-vontades. Tem um investimento curto”, diz. Em termos de acções promocionais, o jornal irá realizar a distribuição gratuita de um número zero do Privado, numa data que António Pinho, preferiu não adiantar, bem como outras eventuais iniciativas de comunicação.

Deixe aqui o seu comentário