M&P de hoje: Contas dos grupos, Fred Fannon, Vítor Serpa e marketing político

Por a 3 de Abril de 2009

k-meios-524.jpgChegou a Portugal há menos de uma semana para dirigir a criatividade da McCann. Fred Fannon esteve na JWT e na BBDO portuguesas, antes de enveredar por uma carreira internacional. Nos últimos anos passou pela direcção criativa da Vodafone para a Europa de Leste, trabalhada a partir da Kaspen de Praga, pela brasileira DM9 DDB, e pela agência de guerrilha de Nova Iorque McGarryBowen, onde trabalhou marcas como a Reebok, HP e Marriott. Em entrevista que ocupa a primeira página do M&P desta semana, o responsável explica o que quer trazer de novo à agência, ao lado de Pedro Pina. O presidente do grupo McCann estará agora concentrado na actividade da agência, ao mesmo tempo que comenta as últimas semanas da McCann, onde se assistiu à saída dos directores criativos Diogo Anahory e José Carlos Bomtempo, e do director-geral Miguel Ralha. Conheça os restantes temas:

As contas dos grupos
Reestruturações e um mercado publicitário menos activo caracterizaram o sector de media no ano passado. As contas dos grupos reflectem este cenário, fechando 2008, na sua grande maioria, com prejuízos. A única excepção é o grupo Media Capital.

Entrevista: “Não há qualquer perspectiva de redução de postos de trabalho no jornal”
Através da criação de uma nova empresa o A Bola tem uma edição angolana desde o início de Março. Por cá, a aposta em novos formatos publicitário ajudou, garante Vítor Serpa, a aligeirar a crise. A aposta é agora o online, meio no qual o responsável diz que falta, sobretudo, que as entidades que “observam a imprensa” se preparem para este meio.

Os homens dos candidatos
Cunha Vaz já fez saber que não vai participar em eleições. No entanto, são várias as agências de comunicação que querem ter uma fatia na comunicação das europeias, legislativas e autárquicas. LPM e First Five Consulting são apontadas como as agências preferidas pelos candidatos da área do poder, leia-se, PS

Crédito ao consumo dominado por especialistas
O barómetro quinzenal E.Life Seara.com/Meios & Publicidade quis perceber a forma como os cibernautas olham para o crédito ao consumo e para as marcas que o disponibilizam. Após a análise, que envolveu o período entre Março de 2008 e Março de 2009, é fácil de concluir que duas marcas – Cetelem e Cofidis – se destacam claramente das restantes.

Deixe aqui o seu comentário