Bareme Imprensa: Correio da Manhã ultrapassa Jornal de Notícias

Por a 10 de Julho de 2007

fotositejornais.jpgO Correio da Manhã conquistou a liderança em termos de audiência no segmento dos diários generalistas, ultrapassando neste segundo trimestre e, pela primeira vez, o Jornal de Notícias. Segundo os dados da segunda vaga do Bareme Imprensa, o matutino da Cofina conquistou uma audiência de 11,8% face os 11,3% obtidos pelo Jornal de Notícias, o que representou uma subida de 20,41% face ao segundo trimestre do ano passado. Já o título da Controlinveste registou uma variação negativa homóloga de 3,42%, tendência de quebra que se mantém quando analisada a vaga anterior onde a publicação desce 1,74%.Em tendência de quebra encontra-se igualmente outro diário do grupo liderado por Joaquim Oliveira. O 24 horas – jornal que recentemente apresentou uma remodelação gráfica e de conteúdos – posicionou as suas audiências em 2,8%, o que representa uma descida de 20% face ao segundo trimestre do ano passado, período em que o título dirigido por Pedro Tadeu registava uma audiência de 3,5%. Também em quebra de audiências está o Público, ainda que de forma menos acentuada. O diário da Sonaecom desce de 5,1% para 4,4% a sua audiência, o que representa uma quebra homóloga de 13,73%. Uma tendência de descida que se mantém face à vaga anterior, variando o título negativamente em 10,20%. Apesar das descidas, o Público manteve-se como o terceiro diário generalista com maior audiência, à frente do Diário de Notícias. Este último, contudo, foi aquele que registou a maior variação positiva de audiências face a período homólogo (34,48%) fixando as audiências do título da Controlinveste em 3,9%, encurtando a distância face ao Público.

Os crescimentos homólogos empurraram as audiências do segmento dos diários generalistas pagos. Este, face a igual período do ano passado, cresce 4,12%, uma tendência de crescimento que todavia não se verifica quando feita a comparação com a última vaga do Bareme Imprensa onde o segmento quebra 5,44%

Nos diários gratuitos a tendência é de crescimento, tanto quando feita a comparação homóloga como em relação à vaga anterior, apresentando o segmento uma variação positiva de 21,69% e 1%, respectivamente. O Metro mantém-se na liderança dos diários gratuitos com 7,5% (+25% do em igual período do ano passado), seguindo-se o Destak com 7,2% (+22,03%).

Deixe aqui o seu comentário