Martin Sorrell vs Fullsix itália chega a tribunal

Por a 19 de Março de 2007

Nem o pedido de desculpas publicado pela Fullsix itália no site da empresa conseguiu aplacar a fúria de Sir Martin Sorrell. O presidente do grupo WPP colocou os antigos responsáveis da empresa italiana, Marco Benatti e Marco Tinelli, em tribunal estando a acção a correr no High Court, de Londres.

A s sessões têm sido animadas por revelações de Sir Martin sobre aquilo a que chama campanha difamatória. Da mesma fazem parte uma fotografia, e-mails e um blog. Segundo informou o advogado de Sorrell ao tribunal, o presidente da WPP em Janeiro de 2006 despediu Benatti da função de country manager de Itália, por alegadas condutas impróprias — situação que está a ser alvo de uma acção legal paralela — e, em Março, uma série e-mails começaram a ser enviados contendo uma imagem que resultava de «uma grosseira intrusão na vida privada de Sir Martin e Daniela Weber», como descreve o advogado, citado pela Advertising Age. Recorde-se que Daniela Weber era a antiga CEO da WPP Itália e próxima de Sorrell e Benatti.

Marco Tinelli, acusa o representante de Sorrell, esteve igualmente envolvido na disseminação da imagem, tendo-se ainda referido a Sorrell e a Weber, como «o anão louco e a ninfo esquizófrénica». Sobre o conteúdo da dita imagem, o advogado não é pródigo em palavras, limitando-se a descrevê-la como «viciosa». Apesar dos e-mails terem sido enviados de uma conta do Yahoo francês sob uma identidade falsa, o facto é que foi criada por via de um endereço IP registado na Fullsix francesa.

As sessões em tribunal foram ainda apimentadas com revelações de Sir Martin Sorrell de ter sido alertado pela ex-mulher de Marco Bennatti de que este o tinha ameaçado de morte. O julgamento tem duração prevista de três semanas, estando planeado esta semana o testemunho de Benatti.

Deixe aqui o seu comentário