Nova “Grande Reportagem”

Por a 5 de Novembro de 1999

Pouco depois de celebrar a 100ª edição, a revista vai apresentar mudanças editoriais e gráficas em Janeiro

A PressMundo está a investir numa reformulação gráfica e editorial da “Grande Reportagem”. O novo projecto está ainda em análise, mas já é conhecido que, no início do ano, a revista vai estar nas bancas de cara lavada. Embora os pormenores não estejam ainda definidos, a mudança de logotipo e uma postura gráfica e editorial mais arejada são já duas certezas. De acordo com o director da revista, Miguel Sousa Tavares, a linha editorial vai manter-se, optando-se por dar aos textos «um tratamento mais visual». A própria imagem gráfica será «mais cuidada», acrescenta. Concretizando, o responsável afirma que haverá apenas uma grande reportagem por edição e outras reportagens de menor dimensão, mas em maior quantidade. Uma das novidades é a introdução na publicação de um espaço de interactividade com o público. Sem querer desvendar mais pormenores sobre esta ideia, Miguel Sousa Tavares adianta que a secção vai além do tradicional correio do leitor. Outro dado que se mantém em sigilo é o investimento levado a cabo pela PressMundo para dinamizar a “Grande Reportagem”. Para desenvolver o projecto, a editora contou com a colaboração dos espanhóis da Las Casas, empresa responsável pela concepção do “DNA” e que está actualmente envolvida em outros processos como o da renovação do “Le Monde”. Uma vez que a reformulação da “Grande Reportagem” está agora a entrar numa fase mais activa de experiências, os especialistas vão estar em Portugal a partir da próxima segunda-feira.

Deixe aqui o seu comentário