Ausência “Jornal de Negócios” é surpresa

Por a 14 de Janeiro de 1999

Ana Marquilhas Directora de research da Media Planning

Ana Marquilhas salienta, tal como na Optimedia, a situação dos diários. Nos semanários, “O Independente” confirma os dados de circulação. Em relação á “Valor”, «estes números parecem comprovar que as reformulações estão a dar resultados», afirma. Entre os dados positivos de maior relevância, a responsável salienta ainda a subida generalizada entre os títulos da Impala. Publicações como a “Visão”, que subiu 60% face á vaga anterior, ou a “XIS”, que se estreou em grande na tabela da Marktest, também não passaram despercebidas aos olhos de Ana Marquilhas. Acerca da “Visão”, afirma que «a campanha publicitária condicionada pela vinda da revista “Focus” trouxe alguma notoriedade» ao título da Abril/Controljornal. Por seu lado, a revista da Impala, na opinião da directora de research da Media Planning, «é uma publicação com peso que constitui uma alternativa», embora refira a ausência de dados de circulação da APCT. «Por enquanto, só dispomos dos dados de circulação disponibilizados pela própria revista», acrescenta. Outro destaque é a subida do “Record”, que «passa “A Bola” e alcança a liderança no segmento desportivo». Entre as surpresas menos positivas, Ana Marquilhas salienta a falha do “Jornal de Negócios”, que nesta vaga não surge na tabela, apesar de o reconhecer como um bom veículo.

Deixe aqui o seu comentário